Quais são os produtos de limpeza mais usados no Brasil?

Quais são os produtos de limpeza mais usados no Brasil?

Existe uma certa cultura com relação a limpeza no Brasil. Em muitos casos as pessoas aprenderam a limpar com esses produtos em casa e levaram esses mesmos produtos e técnicas pros locais de trabalho.

O problema é que ambientes comerciais precisam de uma demanda diferente para a limpeza.

Não só nos ambientes profissionais, mas também nos condomínios, os produtos usados são os mesmos a muitos anos. Mas isso não quer dizer que sejam os melhores e nem mesmo adequados para as limpezas. O resultado disso é que além de não ajudar na higienização, acabam custando muito mais no final das contas.

Conhecendo os produtos de limpeza profissional

Os produtos de limpeza profissionais, na maioria das vezes, são concentrados e foram formulados para alta performance, mesmo depois de diluídos. Ao contrário dos produtos domésticos, onde você paga por um galão que contém a maior parte de água e apenas alguns mL de produto.

Pois é isso que significa o produto “Pronto uso” significa que alguém já diluiu para você, então o que você está comprando é na verdade, uma grande porcentagem de água.

Agora, falando sobre a qualidade, os produtos de higiene profissionais obrigatoriamente possuem documentação e laudos que comprovam sua eficácia. Enquanto muito produtos domésticos, são até mesmo de fabricação artesanal.

Isso, sem dúvida, coloca a limpeza em risco, pois pode ser um produto que não contém os ingredientes necessários para realmente limpar. O que nesse caso leva ao consumo de mais produtos, mais esfregação do que o ideal e mais gravemente, no caso dos desinfetantes, produtos que não tem os princípios ativos ou a quantidade necessária deles para realmente eliminar contaminações.

Nesse caso, estamos falando apenas da qualidade da limpeza do produto, sem mencionar os riscos à segurança de operadores e usuários.

Os produtos não profissionais comumente mais utilizados

A lista de produtos comum de um condomínio ou pequena empresa geralmente é a seguinte:

Desinfetante perfumado

Os desinfetantes usualmente comprados são os perfumados de pronto uso. Nesse caso, em primeiro lugar é preciso avaliar se o produto realmente é desinfetante. Se tem o que é necessário para ser qualificado como desinfetante, ou seja, precisa ter o princípio ativo de um desinfetante para higiene geral.

Além disso, o produto precisar ter passado por testes de laboratório que comprovem a eliminação de pelo menos duas classes de bactéria: Salmonela e Estafilococos. Assim, você tem a garantia de algo que pode realmente ser usado para o controle de infecções.

O perfume é um adicional, um perfume intenso, ou agradável não garante uma higienização eficaz. Desinfetantes precisam de laudos que atestem sua performance na eliminação de germes.

A opção pelo pronto uso é de escolha do cliente, mas geralmente a economia é bem maior quando você compra o produto concentrado e faz a diluição corretamente.

Álcool comum

Este tipo de álcool usado na limpeza geralmente é o tipo mais barato, o álcool etílico 46GL. Importante ressaltar que esse álcool não faz desinfecção. Ele não é indicado para controle de contaminações pois não tem a propriedade necessária para eliminar microrganismos.

O único álcool no mercado que serve para este fim é o álcool 70%. Isso se dá porque essa é a concentração na qual a eliminação dos vírus e outros germes é mais eficaz. Isso acontece porque nessa concentração existe a quantidade ideal de água e álcool.

Água Sanitária Higiqualy - 5 Litros

A água retarda a volatização (evaporação) do álcool e facilita a entrada do álcool na parede celular das bactérias e nos invólucros virais. O álcool desidrata membranas, desnatura proteínas e interrompe a ação de enzimas cruciais para a viabilidade dos microrganismos.

E mesmo o álcool 70% precisa da famosa limpeza prévia, que sempre falamos por aqui. Antes de fazer a desinfecção, precisa limpar a superfície.

O problema de usar o álcool como limpador universal é que ele nem tem uma ação de limpeza forte, pois não possui aditivos detergentes que permitam remover sujeiras aderidas e orgânicas como restos de alimento, gordura das mãos, etc.

Além disso, o álcool é um solvente, então é agressivo para superfícies como: Acrílico, plástico, fórmica e outras superfícies pintadas. Então você acredita que está limpando, mas com o tempo, você acaba deteriorando a superfície e precisa trocá-la ou renová-la. O que custa muito mais caro.

Água sanitária

A água sanitária, por algum motivo, ainda é amada pelas equipes de limpeza. Mas a água sanitária não tem ação “limpadora” pois não tem aditivos detergentes. Significa que não vai remover as sujidades aderidas sem esforço, você vai precisar esfregar e a esfregação que vai ser responsável por remover a sujeira, não o produto.

Ela tem ação desinfetante, quando na concentração correta, mas isso uma série de outros produtos melhores também tem.

Limpa Vidro Higiqualy - 5 Litros

Ela tem ação branqueadora, mas isso o peróxido de hidrogênio que é um princípio ativo bem mais gentil que o cloro também tem.

Apesar disso, as piores características da água sanitária são que ela é muito danosa para diversas superfícies, porque o cloro é corrosivo. E além do cheirinho desagradável característico, ainda é insalubre, podendo causar reações e mal-estares nos operadores.

Multiuso

Um produto apenas por ser multiuso não oferece problema, eles surgem quando o multiuso é doméstico e/ou não adequado para limpeza que você precisa fazer.

Existe uma infinidade de produtos multiuso de uso profissional no mercado. Se ele for o adequado para limpeza do ambiente ou superfície está tudo bem, mas você precisa observar as indicações ou pedir a sugestão para um consultor que seja especializado em produtos de limpeza profissional.

Se o produto for doméstico, o problema é que você está levando mais água do que produto, o que sai muito mais caro e muitas vezes não tem a diluição necessária para a demanda de um espaço comercial, ou com alto fluxo de pessoas.

Escolher o produto que não é o adequado também pode oferecer problemas porque ele pode ter solventes que agridem o tipo de material que você precisa limpar. Então, é preciso se informar antes de fazer a limpeza.

O grande problema na escolha desses produtos padrão é que eles não resolvem muitas limpezas, o que leva a produção de “misturas” de produtos que podem ser muito perigosas e prejudiciais à saúde.

Utilizar produtos adequados e seguros evita custos e perigos desnecessários para você, sua equipe e clientes.

Nenhum produto no carrinho.

x

Solicite uma cotação gratuita

    Open chat
    Precisando de ajuda?